Atualmente é bem fácil conhecermos uma menina que joga video game. Intituladas como Garotas Gamers, existem diversas opiniões que divergem a respeito delas, e nem todas (grande maioria) são verdades. Então eu resolvi trazer pra vocês e  esclarecer algumas coisas a respeito disso.

1 – Só gostam de jogos da Barbie ( e outros jogos parecidos)

NÃÃÃO! Mente pequena, sai desse corpo! Esse mito que diz que  mulher só joga jogos fofinhos como The Sims ou outros “jogos de mulher”, tá mais do que passado. A presença feminina está se tornando cada vez mais comum  nos jogos de tiro, de luta, mmorpg, jogos estilo moba, etc.

2 – Só gostam de Just Dance

Ai, gente. Pelo amor de Deus. Certo, que tem algumas que só gostam de JD, mas também temos uma porcentagem que odeia, e outra porcentagem que joga JD e outras coisas também. Acho que, assim como dizer que menina só gosta de The Sims, é de uma generalização e preconceito enorme.

3 – Meninas só jogam maquiadas e bem arrumadas

KKKKK, Não! Uma garota joga quase sempre com uma roupa bem confortável, e muitas vezes estão com o look “mendigas” do que “desfile de moda”. Isso porque uma menina joga videogame muitas vezes pelos mesmos motivos que você (ou pelo menos, motivos pelo qual você deveria estar), às vezes porque quer desopilar, jogar competitivo ou até mesmo está treinando pra superar o namorado, sei lá.

4 – Querem arranjar namorados gamers

Como eu disse no ponto anterior, elas estão lá por motivos que meninos deveriam estar. Então, uma garota não estará lá pra ser objeto de suas fantasias sexuais, logo, nem tente. Porque têm sempre aquele cara que quando descobre que tem uma moça no jogo faz TODO tipo de tentativa ridícula para conseguir algo da moça em questão.

5 – É uma cara tirando onda com a cara dos outros

A pessoa deve ter uma mente muito pequena pra se encaixar nisso. Porque tê caras que realmente não conseguem aceitar que uma menina consegue jogar melhor que ele, dai sempre que vê isso ele já pensa que é um homem se passando de mulher no jogo. Volta pra realidade, cara. Já passou o tempo em que homens dominavam os games!