Preacher é uma das hqs mais famosas do selo Vertigo e também uma das mais controversas. Quando foi anunciada sua adaptação para a TV muitos ficaram incrédulos e outros medrosos e, depois de uma primeira temporada que dividiu opiniões, a série volta com uma segunda temporada ainda mais maluca e mais fiel aos quadrinhos. O texto a seguir tem alguns spoilers da primeira e segunda temporadas.

A segunda temporada de Preacher inicia exatamente onde a primeira parou, com Jesse, Tulip e Cassidy em uma road trip atrás de Deus, pois o mesmo sumiu do paraíso e anda pela Terra. Em seu encalço está o implacável Santo dos Assassinos e, em sua jornada, eles acabam em New Orleans. Mas o Santo não é seu único oponente, uma organização conhecida como O Graal acaba descobrindo sobre os poderes de Jesse e passar a observar nossos anti-heróis.

Resultado de imagem para preacher season 2

Fazer um resumo dos acontecimentos dessa temporada é bem difícil, principalmente pelo fato que a obra me parece perder o foco facilmente e isso é o principal ponto negativo dessa temporada. É claro e fácil perceber que a série tem boas ideias e tem um bom valor de produção, mas muitas vezes é difícil se importar com os personagens ou com as histórias que são contadas quando os mesmos estão perdidos sem muito o que fazer em tela. A temporada acaba criando mini-plots que no final não levam para lugar nenhum.

Resultado de imagem para preacher season 2

Os momentos que a trama parece mais concisa e bem orientada são justamente quando Jesse e sua turma possuem bons vilões para enfrentar. O início da temporada com O Santo dos Assassino caçando os personagens traz um inimigo quase indestrutível e isso faz com que o roteiro tenha que fazer alguns malabarismos para que a trama funcione, mas mesmo assim é algo legal de se assistir. Depois com a entrada do Graal e do ótimo Herr Starr (um dos pontos altos da temporada ) a história engrena de vez, mas infelizmente a trama perde o foco rapidamente indo para caminhos confusos.

Resultado de imagem para preacher herr starr

Como se não bastasse os vários subplots da trama principal, ainda temos as aventuras do Cara de Cu no inferno com Hitler e o uso exagerado de Flashbacks que a série gosta de usar. Flashbacks são recursos que podem ser usados, mas da forma como a série coloca eles só servem para deixar o espectador confuso e quebrar o ritmo da história. Existem formas de você contar sobre o passado de um personagem e suas motivações sem precisar apelar para esse recurso.

Mas para falar das coisas boas, a série funciona muito bem criando cenas isoladas. Existem sequências muito boas tanto de ação quanto de diálogos fantásticos. A série consegue filmar ação muito bem e ao mesmo tempo contém aquele humor-negro vindo diretamente dos quadrinhos que é muito divertido de assistir. Principalmente com o ótimo cast de protagonistas e antagonistas. E não dá para falar de atuação sem mencionar o ótimo Herr Starr da série, conseguiram pegar muito bem a essência do personagem dos quadrinhos, deixando-o muito mais bizarro.

Resultado de imagem para preacher season 2

Eu ainda acho o Jesse da série meio bundão mas seus dois parceiros estão ótimos. O problema para mim é que as subtramas de Cassidy e Tulip fogem demais da trama principal e acabam destruindo o ritmo da série, eu me pegava muito querendo que as cenas deles acabassem logo para a série seguir em frente.

É também louvável a coragem da série e brincar com religião e política muito bem tal como a hq, eu realmente duvidei que eles teriam coragem de colocar o Jesus doente mental que vemos na série original. Foi algo que me chocou quando vi a primeira vez e não me espanta que grupos conservadores tenham achado ruim, apesar de ter achado muito divertido.

Resultado de imagem para preacher season 2 jesus

A segunda temporada de Preacher segue fielmente a hq em certos aspectos mas acaba procurando “encher linguiça” com subtramas desinteressantes e flashbacks excessivos. Ela funciona muito bem quando a história tem foco e em suas gags de humor negro mas peca em manter uma história concisa em que você se importa com os personagens. A qualidade técnica e de roteiro melhorou mas acredito que os produtores ainda estão procurando um tom certo para a série. Na próxima temporada teremos uma ótima vilã dos quadrinhos, algo que tem a ver com o passado de Jesse, espero que a trama se ache finalmente com ela.

Patrocinado

Comentários