10º episódio de Punho de Ferro coloca Danny em maus lençóis

Após os desdobramentos do último capítulo, Danny Rand (Finn Jones) acorda ao lado de Colleen Wing (Jessica Henwick) após ter sido levado, inconsciente e envenenado, por Bakuto (Ramon Rodriguez) e sua turma no final de “A senhora de todas as agonias”, nono episódio de Marvel – Punho de Ferro. O local (uma espécie de escola e monastério) é administrado por Bakuto, que também ensinará algumas coisa a Danny como canalizar as Cinco Energias Elementares.

A conversa com Bakuto é muito interessante, principalmente quando ele mostra a Danny um vídeo de meio século atrás, quando militares chineses foram derrotados por um Punho de Ferro anterior a ele. Para quem leu o arco O Imortal Punho de Ferro escrito por Ed Brubaker, Matt Fraction, logo vem à mente Orson Randall. Claro que onde há muita bondade, sempre deve haver desconfiança, e logo descobrimos que Bakuto está vigiando cada passo (e conversa) de Danny… e logo esse incrível local começa a gerar desconfiança. Decepciona nesse ponto atestar o quanto falharam ao escrever os diálogos de Finn Jones na série, sempre sendo enganado e infantilizado como um bebê.

Ao menos surge uma interessante questão disso tudo: será que Danny Rand sofreu lavagem cerebral em K’un-lun para ter uma ideia totalmente errada sobre a Tentáculo? Colleen e Bakuto se revelam como parte da organização, com o argumento de que Madame Gao (Wai Ching Ho) faz parte de uma vertente mais radical que pratica atos ilícitos como venda de drogas para atingir seus objetivos, diferentemente deles.

Só os próximos episódios vão esclarecer melhor essa questão. Enquanto isso temos uma luta entre Danny e Bakuto, além da aparição de Davos (Sacha Dhawan) para ajudá-lo a sair dessa filial da Tentáculo. A cena de luta final é empolgante e muito bem arquitetada, com bom entrosamento entre os dois. Infelizmente para Danny, a principal missão de Davos ali é levá-lo de volta para K’un-lun, de onde ele nem deveria ter saído caso seguisse as tradições do povo que o acolheu.

Joy (Jessica Stroup) e Harold (David Wenham) têm uma discussão de relacionamento equivalente a qualquer situação onde um filho não encontra o pai a 20 anos: questionamentos de como é morrer, por que fez isso, o que fazer agora etc. Ele continua com aquele discurso bondoso, que poderia até comover caso não tivesse um cadáver escondido atrás do aquário. É com essa perversidade que Harold conquistará para os Meachum o antigo posto no comando das Empresas Rand, mas agora ele precisará resolver um novo problema chamado Bakuto.

Bom episódio de Punho de Ferro, com a trama cada vez mais amarrada e explicando coisas que ficavam muito vagas no início da temporada. Resta saber agora as reais intenções da Tentáculo com Danny, e como será o impacto desse novo Harold para a história.

Comentários