E cá estamos para mais uma temporada da série mais sangrenta da atualidade. Depois de uma sexta temporada fantástica, a nova e última temporada de Game of Thrones promete trazer conflitos há muito esperados pelos fãs, infelizmente teremos somente 7 episódios nesse ano e o resto ano que vem da temporada derradeira da série. Vamos continuar com nossas críticas a cada episódio, iniciando com o primeiro a seguir contendo SPOILERS.

A temporada já começa com aquele gostinho de vingança executado por Arya Stark praticamente destruindo a casa Frey em uma cena de 5 minutos. A construção da cena se inicia como se fosse um flashback, mas os olhos mais atentos puderam perceber que era a Arya se passando pelo papai Frey, após um discurso muito bom ela consegue o extermínio de casa mais fácil da história da série. Detalhe para a frase “Enquanto estiver um lobo vivo, as ovelhas não podem ficar em paz.” Como eu imaginava ela está sendo o mais próximo à Lady Stoneheart da série.

Resultado de imagem para game of thrones dragonstone arya

A segunda cena com Arya foi, na minha opinião, uma das melhores do episódio. Ela se encontra com alguns soldados Lannister mais gente boa de todos os tempos (entre eles o cantor Ed Sheeran) e acaba vendo que no fundo as pessoas que sofrem mais com a guerra dos tronos é o pessoal comum, mas acredito que isso não vai mudar muito sua personalidade, será que ela vai matar os rapazes? É estranho que Arya diga que vai para Porto Real, pois as notícias da vitória dos Stark devem estar correndo soltas, o mais sensato seria ela querer se encontrar com os irmãos.

Em Winterfell temos a continuação da coroação de Jon como Rei do Norte e suas estratégias para enfrentar os inimigos do Sul e do Norte. Achei os embates entre Jon e Sansa meio forçados e segundos depois os dois já estão de boas. Faz sentindo que a Sansa esteja mais forte e queira voz, pois sua personagem evoluiu muito e não aceita mais ser colocada de escanteio, mas o Jon pareceu incisivo demais e parece que não aprendeu a ouvir as outras pessoas, algo que acabou o matando. Acredito que esse núcleo foi o menos interessante do episódio.

Resultado de imagem para game of thrones dragonstone

Em Porto Real vemos a situação complicada que os Lannister estão, pois estão cercados de inimigos por todos os lados e bem menores em números. Jaime parece que finalmente está duvidando e temendo a irmã. Será que agora ele vai se libertar dela como fez nos livros? Talvez se ela decidir se casar novamente com outra pessoa, nesse caso Euron Greyjoy, seja a gota d’água para a separação dos dois. Jaime já ficou claro que não gosta de Euron e principalmente se o Greyjoy tomar a mulher que ele ama. Eu curti o paralelo feito nessa cena de Jaime com Jon, ambos bons estrategistas militares, com opiniões parecidas. Já Cersei e Sansa jogam melhor o jogo dos tronos, sabendo quais estratégias políticas abordar.

Resultado de imagem para game of thrones dragonstone

O melhor núcleo do episódio na minha opinião foi com a irmandade e o Cão de Caça. Clegane mostrou ser uma pessoa mais humana agora pesar de ainda ser um velho rabugento. O medo em seus olhos ao ver as imagens nas chamas é de deixar qualquer um preocupado, pois pouca coisa assusta o Cão. Interessante ver o paralelo da fala de Jon com a visão do Cão, ele viu nas chamas exatamente o que Jon falou que iria acontecer, exatamente os primeiros castelos da Muralha que serão atacados.

Por falar na Muralha, tivemos uma rápida cena com Bran atravessando a mesma de forma bem fácil até. Ed Doloroso, agora como comandante da Patrulha da Noite, acreditou muito rápido na conversa do moleque e um problema surge: será que o Rei da Noite agora  vai conseguir atravessar a Muralha já que ele tocou o Bran?

Resultado de imagem para game of thrones dragonstone

Em Vilavelha, vemos Sam fazendo trabalho sujo (literalmente) e descobrindo rapidamente descobrindo um segredo muito importante: existe uma montanha de Vidro de Dragão em Pedra do Dragão. Eu já imaginava que a série não ia perder muito tempo mostrando os estudos de Sam e que rapidamente ele já ia descobrir algo. Agora teremos Jon muito interessado na nova morada de Daenerys, o que nos leva para a cena final. Os: Como o pequeno Sam cresceu!

O episódio termina com uma linda cena de Daenerys finalmente chegando em Westeros e se alojando em Pedra do Dragão, a antiga morada dos Targeryan no Continente. Foi meio estranho o local estar totalmente abandonado mas é aceitável para que a história corra mais rápido. As cenas do local são lindas e terminamos o episódio com os principais jogadores com seus tabuleiros armados prontos para a guerra!

Como todo primeiro episódio de GoT, tivemos uma cena impactante e o resto foi mais para introduzir e posicionar as peças no tabuleiro para o que promete ser uma temporada cheia de batalhas e intrigas. Um episódio bem dirigido com cenas lindas tanto com planos mais fechados quanto com cenários maravilhosos como em Pedra do Dragão. Estou empolgado!

Patrocinado

Comentários