Muita gente pode não conhecer, mas eu posso já abrir esse review dizendo que Fargo é uma das melhores séries da atualidade sem piscar. Noah Hawley, seu criador, está se mostrando uma das principais mentes da TV atual, principalmente com Legion, sua outra série com sucesso de crítica. Fargo, série antológica inpirada no filme original dos irmãos Coen, conta em cada temporada uma história envolvendo crime, erros e muito humor negro. A série volta agora na sua terceira temporada mostrando logo de cara sua fórmula já conhecida com elementos novos.

A trama da nova temporada se passa em 2010 e vai contar a história de dois irmãos (interpretados por Ewan McGregor), Stussy é o mais novo  é um agente de condicional fracassado que culpa o irmão mais velho e bem sucedido Emmit pelas falhas da sua vida. Junto com sua namorada Nikki (Mary Elisabeth Winstead), Stussy planeja roubar seu próprio irmão e claramente acontecem problemas. A trama acaba se misturando com a vida de Gloria Burgle (Carrie Coon), uma delegada de uma cidade próxima.

Resultado de imagem para fargo season 3

O começo do episódio já nos entrega uma cena bem surreal que se passa na Alemanha Oriental que serve basicamente para demonstrar como a série trata suas histórias, acredito que aquele segmento não será desenvolvido e serviu mesmo só para reforçar o tom da série. A trama principal começa um pouco confusa mas aos poucos eles vão nos dando dicas e abrindo a história para nós, uma característica de um bom roteiro que não nos dá o produto pronto, mas que entrega as ferramentas para que montemos. Algumas coisas ficam em aberto e outras bem misteriosas acontecem, abrindo margem para o que poderemos ver no resto da temporada.

A direção do episódio fica por conta do próprio Noah Hawley que entrega algo bem dirigido mas nada muito diferente ou significativo. Principalmente quando vimos de uma segunda temporada que possuía uma direção e fotografia maravilhosas. Mas nada atrapalha no episódio onde roteiro e personagens realmente brilham.

Os carros chefe do episódio mesmo são os diálogos interpretados pelos ótimos personagens entregues. Com destaque para Ewan McGregor interpretando dois personagens diferentes, algo bem cômico pela diferença dos dois e um pouco surreal, característica da série. Outra personagem interessante é Nikki, interpretada por Winstead, fica fácil imaginar que ela será a queridinha da temporada pelo seu carisma e personalidade forte. Acredito que a delegada não ficou muito bem, Coon não parece muito confortável com o papel mas talvez isso faça parte da personagem que não foi muito desenvolvida no que vimos até agora. Esses personagens ótimos desenvolvem diálogos fantásticos em cenas que poderiam ter saído de um filme do Tarantino, é onde a série entrega o seu melhor, gerando situações com humor negro bem divertidas.

Resultado de imagem para fargo season 3 the law of vacant places

Fargo volta usando sua fórmula mas tentando sempre trazer histórias diferentes. A essência da série e do filme original ainda estão lá e com certeza veremos algumas conexões com as temporadas anteriores, mas é sempre bom acompanhar essas histórias com personagens muito bem construídos e diálogos excelentes, que venham mais temporadas e mais episódios. A temporada promete!

Comentários