Ainda que não tenha sido a primeira série animada da Walt Disney Television Animation, DuckTales representou uma virada histórica nos rumos da empresa. Misturando o tom aventuresco de Indiana Jones e personagens clássicos como Tio Patinhas, Pato Donald, Huguinho, Zezinho e Luizinho, a produção embalou as manhãs de toda uma geração de infantes. Foram 100 episódios distribuídos entre quatro temporadas, além de um longa animado. E como tudo que é bom sempre volta, DuckTales ganhou uma nova vida.

Porém, apesar da nova roupagem, a essência da série clássica está totalmente presente nesse reboot. E o melhor: saudosismo e inovação estão em perfeita sintonia. Entre os novos destaques está a voz de David Tennant, acrescentando toda uma personalidade forte ao Tio Patinhas. Rasgando seu sotaque escocês, Tennant passa a impressão de que nasceu para esse trabalho. Os sobrinhos do Donald também ganham novas personalidades, méritos divididos entre os trabalhos de Danny Pudi, Ben Schwartz e Bobby Moynihan. Sem contar na presença icônica de Tony Anselmo, que é o Pato Donald desde os anos 80.

Ainda nas mudanças positivas, está a inclusão de Donald e Patrícia ao time principal. Claro, eles já existiam na primeira versão, mas agora ganham mais espaço. Inclusive, o sobrinho do Tio Patinhas ganha todo um passado brilhante envolto nas aventuras do pato mais rico do mundo. E Patrícia passa a ser um elemento crucial na equipe, não apenas uma personagem avulsa como no passado. Isso amplia o alcance de público da série, algo importante para a audiência.

Nesse episódio especial, podemos acompanhar a formação da espinha dorsal de DuckTales. Precisando sair para um entrevista de emprego, Pato Donald não confia em deixar seus sobrinhos sozinhos. Cobrando um antigo favor, ele os deixa com o ranzinza Tio Patinhas. Ao lado de Patrícia, os escoteiros mirins vão descobrindo mais sobre o passado aventureiro do ricaço. Já a presença das crianças, e alguns eventos meteorológicos, despertam o antigo espírito do Patinhas. Do outro lado da trama, Donaldo consegue o emprego. Mas não esperava que seria contratado pelo rival do Tio Patinhas: Pão Duro MacMônei (Keith Ferguson).

É no segundo bloco, devidamente separado pela clássica música de abertura, que a aventura realmente pega no tranco. Os dois núcleos partem em uma caça ao tesouro no coração de Atlântida. Surgem então os conflitos familiares, as trapalhadas de Donald e toda a engenhosidade do Tio Patinhas. No final, ainda existe um gancho sobre a mãe de Huguinho, Zezinho e Luizinho. O que promete deixar os próximos episódios ainda mais interessantes.

O novo estilo de animação, que fez os mais velhos torcerem o nariz, é um dos pontos altos do episódio. A textura das cores aplicada aos personagens e cenários passa uma sensação de que estamos vendo os antigos gibis impressos em papel jornal ganharem vida. É lindo demais da conta. O novo DuckTales possui todas as ferramentas para agradar as crianças e os adultos. A estreia oficial está marcada para 23 de setembro desse ano.

Publicidade
Loading...

Comentários