Quatro anos esperando uma nova temporada. Poderia facilmente tratar-se de Sherlock, por exemplo. Mas o assunto aqui é outro: o segundo ano de Attack on Titan (Shingeki no Kyojin). Depois de conquistar fãs ao redor do mundo, o anime finalmente retornou para a sua segunda temporada. E agora abre um leque maior de mistérios, além de acrescentar mais doses de tensão ao universo apresentado na primeira temporada.

Os acontecimentos aqui estão situados momentos após o final da última temporada, com a Tropa e os habitantes das muralhas ainda recolhendo os cacos da intensa batalha. Porém, alegria não é algo duradouro nesse mundo e a sinistra figura de um Titã preso na Muralha assombrou ainda mais todos os presentes. É hora de reunir as forças e buscar respostas para perguntas que não param de surgir.

Attack on Titan coloca um pouco o pé no freio aqui, ainda que exista uma certa dose de ação. Mas o foco passa a ser as consequências imediatas dos acontecimentos recentes na vida dos personagens. São tragédias pessoais que dividem espaço com um senso de urgência e um sentimento de comunidade que cresce na medida em que a raça humana está encurralada por seus algozes.

O horror característico do anime ganha novos contornos nesse início de segunda temporada, especialmente com a presença do Titã Bestial. Não é apenas seu tamanho acima da média que impressiona, mas também sua capacidade intelectual e a aparente habilidade de controlar os titãs comuns. Inclusive, sua primeira aparição é marcada por uma das mortes mais brutais das temporadas. Uma pequena amostra do perigo que ele representa.

Quem conseguiu superar os traços terríveis de Hajime Isayama nos primeiros capítulos do mangá, foi recompensado com respostas para alguns dos mistérios que os fãs do anime começam a conhecer nesse momento. O que torna preocupante o fato de a nova temporada ter apenas 12 episódios, representando metade dos capítulos do primeiro ano. Fica no ar a dúvida se teremos um acúmulo de mistérios ou se algumas resoluções serão apresentadas. Além da necessidade de mesclar tudo isso com a ação já característica.

Outro acerto de Attack on Titan é saber equilibrar seus núcleos. Ainda que Eren seja o protagonista e esteja envolvido em um dos maiores mistérios do anime, é totalmente palpável que as coisas se desenvolvam sem sua presença constante. Assim o público tem mais espaço para apreciar e se identificar com os demais personagens, mesmo que suas expectativas de vida não seja das mais altas.

Attack on Titan retorna em grande estilo, mostrando que o longo tempo de gestação fez bem para o anime e não o impediu de constar nas listas dos maiores lançamentos da primavera japonesa, um período marcado pela concorrência gigantesca (viu o que eu fiz aqui?). Aqui no Brasil você pode acompanhar a segunda temporada através do Crunchyroll.

==========================================================

Já está sabendo da CosmoBox? São de 5 a 10 brindes maravilhosos relacionados à cultura nerd que você pode ganhar! Confira o vídeo abaixo e saiba como participar:

Agora que o post acabou, confere esse vídeo do nosso canal!

Comentários