Série está disponível na plataforma de streaming

Boneca Russa chegou recentemente ao catálogo da Netflix trazendo uma trama bastante interessante, onde uma mulher morre no dia do seu aniversário e acaba voltando para o banheiro da casa onde a festa ocorria. Ela passa então a morrer sempre e retornar para o mesmo local todas as vezes.

O desfecho da história foi um tanto satisfatório, mas é inegável que há questões ainda em aberto na vida de Nadia (Natasha Lyonne) e as pessoas à sua volta, como Alan (Charlie Bernett).

Sendo assim, separamos alguns pontos que podem ser abordados para uma possível 2ª temporada de Boneca Russa:

4. Nadia

As questões pessoais da protagonista até que foram abordadas ao vermos (via flashback) como ela tinha uma mãe abusiva e com outros problemas, ocasionando numa Nadia adulta extremamente egoísta. Parte disso foi melhorado com a chegada de Alan e a amizade construída entre eles, mas ainda há muito a ser explorado em relação aos dramas dela.

3. Alan

Vivido por Charlie Bernett, Alan é a típica pessoa que passa a vida engolindo sapos para fazer o que considera correto, na esperança de colher os frutos no futuro. Sua transformação ao longo dos episódios foi bem desenvolvida, e para a 2ª temporada de Boneca Russa seria interessante ver mais desse novo Alan.

2. John

Ex-namorado de Nadia, John acabou sumindo nos episódios finais de Boneca Russa, mas não sem questões a serem resolvidas. Houve muito ressentimento no rompimento entre os dois, além da filha dele que a protagonista se recusava a conhecer. Seria interessante a série da Netflix explorar mais desse relacionamento.

1. Linha do tempo

Ao final do último episódio, Nadia e Alan conseguem ajudar um ao outro, aparentemente resolvendo o problema de time loop estabelecido. Mas não fica claro se eles estão na mesma linha do tempo ou se ficaram em momentos separados da história. Ótimo gatilho para o início de uma 2ª temporada.