Sucesso de Jessica Jones pode levar a Marvel e ABC a criarem mais séries protagonizadas por mulheres. Selecionamos algumas opções interessantes para isso

Recentemente, o Comicbookmovie noticiou que Marvel e ABC estão planejando uma série “nos moldes de Jessica Jones” para o canal da Disney. Isso tudo pelo viés feminino que a personagem trouxe para as séries da Marvel em parceria com a Netflix.

Isso faz todo sentido, se levarmos em consideração o leque interessante de personagens na Marvel onde é possível trabalhar esse tipo de conteúdo. Além disso, pesquisas recentes da Netflix apontam Jessica Jones como a personagem mais popular das séries Marvel na rede de streaming, ou seja, ela é mais popular que o Demolidor por lá, e também a porta de entrada do espectador comum para esse universo de super-heróis urbanos.

Sendo assim, separamos uma lista com os personagens que poderiam integrar tal série como protagonistas:

1. Mulher-Aranha

Apesar do nome remeter ao aranhaverso, Jessica Drew possui um histórico recente muito mais ligado ao núcleo da SHIELD. Há outras personagens na Marvel que já usaram o nome de Mulher-Aranha, mas Jessica possui a história mais interessante, tendo nas HQs uma relação de amizade com Carol Danvers e Mulher-Hulk e altas tretas com a Hidra. Seus poderes incluem concentração e explosão de veneno, superforça e outras coisas legais.

2. Miss Marvel

Kamala Khan foi um tiro certo da Marvel nas HQs, trazendo uma protagonista diferente que precisa lidar com diversas barreiras (principalmente culturais) devido à sua origem Paquistanesa, ao mesmo tempo que preencheu uma lacuna após Carol Danvers se tornar Capitã Marvel. Sendo assim, uma série com essa versão da Miss Marvel será, provavelmente, a melhor aposta da ABC caso decidam por isso.

3. Colleen ou Misty

Já falamos aqui sobre a possibilidade e caminhos que a Netflix pode seguir após a estreia de Os Defensores, investindo tanto nos Heróis de Aluguel (Punho de Ferro e Luke Cage) quanto nas Filhas do Dragão (Colleen Wing e Misty Knight). Caso a rede de streaming não queira, essa segunda opção pode ficar a cargo da ABC, mesmo que soe estranho ver as personagens num canal diferente.

4. Bobbi Morse

A despedida de Bobbi e Hunter na 3ª temporada da série Agents of SHIELD foi bastante emocionante. O problema é que a saída dos dois era por conta de uma série chamada “Most Wanted”, que acabou sendo cancelada antes da produção. Também conhecida como Harpia nas HQs, a ABC poderia trazer ela novamente, dessa vez com uma pegada voltada para seus dramas além de uma trama com espionagem.

5. Mulher-Hulk

A Mulher-Hulk não é apenas uma versão do Golias Esmeralda feminina que fica verde e forte. Prima de Bruce Banner, Jennifer Susan Walters é formada em direito, e adquiriu traços de Hulk após uma transfusão com sangue de Bruce, após ter sido gravemente ferida. O mais legal é que, ao invés de virar Mulher-Hulk quando está nervosa, ela fica nesse estado o tempo todo. Poderia render uma história muito interessante.

6. Felina

Mais uma que viria da Netflix, Patsy Walker já foi apresentada na série Jessica Jones. Amiga de Jessica, as duas diferem bastante em relação a atuar como super-heroína, sempre dizendo para Jessica agir de modo mais heroico, enquanto Jones sempre se mostra cética sobre o assunto. Levando em conta seu histórico nas HQs, e que ela já sabe lutar no mundo Marvel da Netflix, seria uma aposta interessante.

7. America Chavez

America Chavez seria uma opção interessante para Marvel e ABC criarem uma série com temas mais atuais, levando em conta o cenário político dos EUA. Latina e lésbica, possui a habilidade de voar, além de super-força, agilidade e reflexos acelerados, e invulnerabilidade física, se tornando uma das heroínas mais duronas e “tanques” da editora atualmente. Algumas semelhanças com Jessica Jones podem ser traçadas daí.

Comentários