E tem mais matéria da série “Como é ser cosplayer?” sim! A nossa convidada de hoje é a linda Rafaela, mais conhecida como Blue Moon nas redes sociais!

Quem foi para a CCXP Tour em Recife nesse ano com certeza deve se lembrar do belíssimo cosplay que ela fez de Arlequina Clássica, não a toa até os irmãos Heidi Mae e Joseph David “tietaram” a fofinha!

Mas para quem ainda não conhece o trabalho da Rafaela, basta seguir o Instagram @blue_moon_221b e o Facebook @bluemooncosplay dela!

E agora vamos à entrevista!

INÍCIO NO MUNDO COSPLAY

Eu sempre gostei de me fantasiar quando eu era pequena, me vestia de princesa no meu aniverário e de vampira ou bruxa no Halloween. Eu via as fantasias nas lojas e sonhava em ter um baú cheio delas para poder fazer todos os personagens que eu quisesse. Quando tinha a oportunidade eu estava lá de algum personagem, que na maioria das vezes era feito com combinações de roupas de minha mãe e minhas. Eu não lembro exatamente como, mas fui introduzida ao cosplay, e dai em diante comecei a me empenhar mais em ter meu traje o mais parecido com o do personagem possível. Creio que o meu primeiro cosplay foi em dezembro de 2014, quando eu fiz a Elsa. Aquela foi a primeira vez que comecei a incomodar minha familia para conseguir a maior quantidade de detalhes que conseguíssemos para essa minha alegria que era o cosplay.

PRINCIPAIS DIFICULDADES

Acho que a principal dificuldade é conseguir achar tecidos e acessórios que sejam mais próximos do que a personagem usou, e pensar em meios para conseguir alcançar o resultado desejado. Algo que pode ser também considerado uma dificuldade, é o tempo levado para fazer as maquiagens, que gira em torno de duas horas (dependendo da personagem é claro). Além disso o preço para a produção das roupas é caro e certas perucas com um efeito mais realístico também são, fazendo com que o dinheiro investido em um cosplay “igual” ao do personagem seja caro.

ESCOLHA DOS PERSONAGENS

A maioria dos personagens que faço são de livros, séries, filmes etc. que gosto e me identifico. As vezes procuro alguns que sejam parecidos comigo, mas não é meu ponto crucial, o que foco mesmo é se irei me divertir quando estiver vestida com aquele personagem ou não, e se me sentirei bem com ele.

PRÓXIMOS PROJETOS

Bem, projetos tenho uma lista infinita que cresce a cada dia! Mas como sei que não é possível fazer TODOS eles ao mesmo tempo, tenho que separar alguns para trabalhar e outros para deixar pro futuro. A minha lista também é constituída por cosplays que irei fazer para usar diversas vezes, e cosplays que eu irei fazer apenas uma vez com as coisas que tenho em casa. Os personagens exatos da lista eu não costumo dizer, pois gosto de deixar um mistério e fazer surpresa, porém tenham certeza que muitos dos meus “cosplanos” futuros tem a ver com a Harley, sendo vários deles diversas versões da personagem (sou apaixonada por ela), então saibam que virá ainda muita Harley pela frente!

Patrocinado

Comentários