“Religião e contemporaneidade” dá o nome à mesa que reunirá, pela primeira vez, quatro ícones de diferentes vertentes: Monja Coen, Nilton Bonder, Alexandre Cumino e Pedro Siqueira

Budismo, Umbanda, Judaísmo, Catolicismo. Crenças, ceticismo, ciência e fé se encontram no maior evento literário da América Latina, a Bienal Internacional do Livro de São Paulo, que acontece de 3 a 12 de agostopromovida pela Câmara Brasileira do Livro (CBL). Em sua 25a edição, contará com um debate inédito e bastante atual sobre o papel das diversas crenças no mundo de hoje. A conversa intitulada “Religião e contemporaneidade” acontece dia 8 de agosto, às 18h30, no espaço Arena Cultural e irá reunir a monja Zen Budista conhecida como Monja Coen, o rabino Nilton Bonder, o cientista religioso e sacerdote de Umbanda Alexandre Cumino, e o advogado católico Pedro Siqueira.

O público poderá acompanhar diferentes visões sobre as diversas crenças religiosas abordadas, suas mudanças, avanços, conflitos etc. Ao completar 50 anos, o intuito da Bienal do Livro é sempre trazer temas atuais ao cenário cultural e literário, contribuindo para promover a diversidade de pensamento.

Durante os 10 dias de Bienal do Livro, os visitantes poderão viver experiências culturais diversas, ter contato com autores, participar de bate-papos e palestras exclusivas. Com a assinatura “Venha fazer esse download de conhecimento”, a campanha da 25a edição enfatiza a importância do diálogo, da abertura de perspectivas e da busca por novos conceitos.

Monja Coen

Monja Coen é fundadora da Comunidade Zen Budista Zen do Brasil, entidade criada em 2001, com sede no bairro do Pacaembu, em São Paulo. Teve seu primeiro contato com o zen-budismo no Zen Center de Los Angeles, onde fez os votos monásticos, em 1983. Residiu por oito anos no Mosteiro Feminino de Nagoia, no Japão, onde graduou-se como monja especial, habilitada a ministrar aulas de Budismo para monges e leigos. Sob a orientação de Shundô Aoyama Dôchô Rôshi, sua mestra de treinamento, foi a primeira monja líder do mosteiro.Apresenta um programa na rádio Mundial, cujo conteúdo é embasado no livro “Zen pra Distraídos” (Editora Planeta), lançado este ano e sobre o qual falará na Bienal.

Nilton Bonder

Rabino da Congregação Judaica do Brasil, Nilton Bonder se destacou internacionalmente como um dos maiores intérpretes literários da antiga sabedoria judaica e também como ativo defensor e promotor do ecumenismo religioso. Bonder publicou mais de 20 livros pela Editora Rocco, entre os quais destacamos: Exercícios d’Alma; Portais secretos; O sagrado; Tirando os sapatos; Segundas intenções e a trilogia A Cabala da comida; A Cabala do dinheiro; A Cabala da inveja. Sua obra A alma imoral, que deu origem à peça homônima interpretada por Clarice Niskier, é um dos maiores sucessos do teatro brasileiro. “Alma & Política” é seu mais recente livro e será lançado na Bienal.

Alexandre Cumino

Alexandre Cumino é cientista da Religião, bacharelado pela UNICLAR, médium, dirigente e sacerdote de Umbanda, responsável pelo Colégio de Umbanda Sagrada Pena Branca (www.colegiopenabranca.com.br) onde ministra Cursos de Mediunidade, Teologia e Sacerdócio de Umbanda. É diretor da AUEESP (Associação Umbandista e Espiritualista do Estado de São Paulo) e tem o programa “Umbanda Linda” na Rádio Mundial FM 95,7, todos os domingos às 14:30. Mantém o Canal Colégio Pena Branca no YouTube, com dezenas de vídeos autorais sobre o assunto. Ministra cursos virtuais (EAD) pela plataforma umbandaead.com.br, como: Teologia de Umbanda – Jornada Teológica e História da Umbada. Cumino é autor de diversos livros, entre eles destacamos: “Umbanda e o Sentido da Vida”, “Deus, Deuses, Divindades e Anjos”, “Umbanda Não é Macumba”, “O Sacerdote de Umbanda” (todos pela Madras Editora). Durante a Bienal Internacional do Livro de São Paulo, lançará seu mais recente trabalho, “Exu não é Diabo”.

Pedro Siqueira

Pedro Siqueira é escritor, advogado e professor de direito. Conduz um grupo de orações católico centrado na devoção Mariana do Rosário, em que transmite revelações do Espírito Santo, mensagens de Nossa Senhora e de santos e anjos. Em 2008, numa visita ao Santuário de Fátima, em Portugal, recebeu uma mensagem de Nossa Senhora. Ela dizia que Pedro deveria escrever sobre suas experiências místicas como uma forma de ajudar as pessoas no caminho da espiritualidade. Com mais de 170 mil exemplares vendidos, é autor de “Você pode falar com Deus” e “Todo mundo tem um anjo da guarda”, além da série de ficção composta por “Senhora das águas”, “Senhora dos ares” e “Senhora do sol“, cujo lançamento será na Bienal do Livro – ambos publicados pela Editora Sextante.

Em breve, mais informações sobre a programação pelo www.bienaldolivrosp.com.br ou por nossas redes sociais.
Instagram: www.instagram.com/bienaldolivrosp/
Facebook: www.facebook.com/Bienaldolivrosp
Twitter: twitter.com/bienaldolivrosp,

Serviço
25ª Bienal Internacional do Livro de São Paulo
03 a 12 de agosto de 2018
Pavilhão de Exposições do Anhembi
Av. Olavo Fontoura, 1.209 – Santana / 02012-021 São Paulo – SP
www.bienaldolivrosp.com.br

Comentários