HQ lançada pelo selo independente Netuno Press, Sapacoco – O (EX) Amigo Imaginário apresenta as dores e futuras conquistas de um ex amigo imaginário em descobrir seu lugar no novo mundo

Dia 30 de Janeiro é o Dia do Quadrinho Nacional e nada mais correto para comemorar a data do que falarmos de uma HQ nacional no dia de hoje, melhor ainda, uma HQ de terras Alencarinas.

Sapacoco o (ex) amigo imaginário é uma HQ roteirizada por Márcio Moreira e com a arte de Débora Santos, explorando um conceito bem próximo de muitas pessoas, os amigos imaginários que fazemos em nossa tenra infância.

Mas e quando chega o momento de novos interesses? Novas descobertas? Será que temos lugar para o amigo de infância e toda a visão lúdica dele? E o que acontece com esse amigo? Afinal, ele foi concebido e sempre esteve ao lado de seu amigo/criador e assumir o título de ex amigo não é fácil para alguém que foi concebido dessa forma.

Conceitos de crenças são construídas e desconstruídas em nossa dura estrada para o crescimento e no decorrer desse caminhada, deixamos coisa para trás, sentimentos, desejos. E se conseguimos visualizar a dor do abandono dessas entidades?

É isso que aborda a HQ de forma divertida e desesperadora em muitos momentos. Roteiro bem afiado de Márcio, casando de forma primorosa com a arte da Débora, Sapacoco nos apresenta um conto divertido e analítico de quem somos em nossa jornada e o que deixamos e assumimos no decorrer dela.

Bati um papo com o autor Márcio Moreira, que falou um pouco sobre a nova HQ da Netuno Press:

Rildon Oliver – Antes de começarmos a falar da HQ, algo me intrigou, Sapacoco, que nome peculiar, de onde surgiu? Tem algo de experiências próprias?

Márcio Moreira – Não, Hahahahaha. Eu pensei que sílabas uma criança podia falar pra fazer um nome, porque Sapacoco nasceu quando o garoto ainda era pequeno. Foi dadaísmo puro.

Rildon Oliver – Sinto que a HQ brinca com conceitos e frustrações muito próximas, cada leitor vai ter a percepção própria, mas também sinto uma carga emocional muito pessoal. Tem inspirações em situações que você passou?

Márcio Moreira – Eu nunca tive um amigo imaginário. Mas acho que todo mundo já se viu perdido depois do fim de um relacionamento, precisando se encontrar. A graça para mim sempre foi fazer uma história séria sobre divorcio usando personagens fantásticos. E também brincar com a ideia de que nossa vida é cheia de fantasia, de construções sociais. A diferença entre Sapacoco e a bolsa de valores, é que mais gente acredita na bolsa de valores.

Rildon Oliver – Nossos amigos imaginários caminham lado a lado com outros desejos, sejam financeiros ou amorosos, mas são fantasmas que abitam desde cedo em nossa psiquê e vão mudando no decorrer da jornada. Como foi para você por toda essa carga usando sutileza e humor?

Márcio Moreira – Que bonito que tu achou sutil, mas assim, eu tenho 29 anos. Eu não tenho emprego estável, casa própria, nada que eu deveria ter nessa idade com um diploma na mão. Nesse momento, fica mais clara a estrutura de fantasias e promessas no sistema capitalista. Os últimos anos vem sendo cheios de tapas de realidade.

Rildon Oliver – Adoro o traço da Débora e vocês trabalham de forma bastante coesa juntos. Como é o processo de desenvolvimento das histórias e dessa parceria tão fluida?

Márcio Moreira – Eu levo a ideia e a gente vai conversando. Geralmente eu vou escrevendo e ela vai opinando. Como cada roteiro é dirigido primeiramente ao desenhista da história, os roteiros que a Débora desenha, tendem a ser mais cheios de piadas, porque ela adora desenha o que a faz rir.

Rildon Oliver – De onde surgiu a ideia e a concepção do Sapacoco? Até “Action Figure” vocês fizeram.

Márcio Moreira –  Ah, eu queria que ele fosse bem cartum para contrastar com o traço do Mauro (garoto que cria o sapacoco na HQ), e as estética mangá da Orihime (Outro personagem da HQ, provindo da mente de Mauro). Daí a gente partiu da ideia mais básica: Um boneco de batata (Que eu fazia quando era moleque) onde fui acrescentando coisas que uma criança poderia pensar. E sim, fizemos um bonequinho do Sapacoco! Ele está morando no congelador, porque a batata estraga, mas tenho pena de jogar fora.

Rildon Oliver – E novos projetos, o que podemos esperar para o ano de 2018 no selo Netuno Press?

Márcio Moreira – Ainda não temos nada confirmado, mas vamos nos dedicar a produzir quadrinhos mais longos. Talvez ainda esse ano role alguma novidade.

Vocês podem encontrar Sapacoco – O (Ex) amigo imaginário nos nossos parceiros da Reboot: https://www.facebook.com/rebootcomicstore/

Comentários