Depois de longos três anos de desenvolvimento, o game de exploração espacial ‘No Man’s Sky’ chega hoje (dia 9) ao Playstation 4. Ainda essa semana, no dia 12, o jogo estará disponível para o PC. E se você ficou curioso com tudo que foi dito ao longo dos meses, vai encontrar nesse texto alguns pontos que podem te auxiliar quando estiver com o game em mãos.

Um jogo com um universo infinito?

Para você, amante de ficção científica, aqui vai um jogo que é inspirado pelas obras clássicas do gênero e vai tentar mostrar algo nunca visto antes, afinal, a Hello Games (desenvolvedora do jogo), apresenta um jogo de proporções inimagináveis. Você poderá explorar um universo infinito. Como assim?! Infinito?! Tudo bem que infinito é apenas uma expressão, mas é impossível alguém conseguir explorar os… calma… nunca vi tanto número na minha vida… 18.446.774.073.709.551.616 quintilhões de planetas. Alguém com muito tempo sobrando fez um cálculo e chegou à conclusão de que levariam 585 bilhões de anos para visitar cada planeta, com uma duração de UM segundo em cada. Então, você que gosta de fazer aquele velho 100% no jogo, a não ser que você invente uma forma de sermos imortais, já pode se frustrar, pois é impossível!!! Cada estrela é a luz de um sol distante, que tem sua própria órbita com seus respectivos planetas, vide imagem abaixo:

no-mans-sky-star-map-with-planet-details

História? Acho que não!

Sinceramente, pelo o que acompanho sobre o jogo, ele não possui uma história. Cada um decide o que fazer durante o jogo: você pode ser um observador que cataloga a vida selvagem; um mercador buscando itens raros para vender ou trocar; ou um guerreiro. Você pode mesclar esses estilos durante o jogo, todas as decisões são apenas suas e com isso cada jogador viverá diferentes experiências no decorrer do jogo. Mas o jogo tem um objetivo, que é a busca pelo centro da galáxia. E não temos a menor ideia do por quê de encontrar e o que acontecerá ao encontrar o centro da galáxia. Com o lançamento, algumas respostas podem surgir ao longo dos dias.

Jogabilidade

maxresdefault

No Man’s Sky é um jogo do tipo FPS (first person shooter), ou seja, um jogo em primeira pessoa. O início do game se dá no anel externo da galáxia ainda inexplorada. Ao progredir você encontrará inúmeros sistemas solares (como já havia sido dito), cada um com seus respectivos planetas, com suas respectivas faunas, floras, clima, entre outras coisas que não podemos nem supor o que seja. Você tem a opção de mapear todos os planetas já visitados e também suas descobertas em cada um. Tudo isso pode ser adicionado ao mapa galáctico, podendo também compartilhar com outros jogadores.

As viagens entre os planetas não possuem telas de carregamento, o jogo promete ser fluído e sem o velho e odiado “loading”. A decisão de quem você vai atacar é toda sua, podendo ganhar inimigos ou fazer as alianças nas batalhas entre facções que ocupam a galáxia. Lembrando que se você faz uma aliança, os inimigos dessa aliança, também serão seus inimigos. Quer atacar os animais existentes nos planetas? Extrair recursos em excesso? Ninguém irá te impedir, claro, mas existe um tipo de polícia galáctica que tentará. São robôs, até então chamados de “Sentinelas”, que irão tentar impedir caso você esteja causando alguma desordem no planeta. Atacando os “Sentinelas”, reforços virão em maior quantidade e tamanho, melhor ter cuidado. Mas aí pode surgir a seguinte pergunta: e se um animal selvagem me atacar primeiro? Bem… Sendo assim, os “Sentinelas”, ficarão apenas observando seu comportamento e não irá atacá-lo por conta disso. Legítima defesa existe nesse universo de No Man’s Sky.

what-players-think-will-be-at-the-centre-of-the-galaxy-in-no-man-s-sky-no-man-s-sky-659642

O jogo também possui um sistema de upgrades, tanto nas armas e armaduras, quanto em sua nave, portanto, poderão ser feitas várias melhorias nos equipamentos. Os upgrades são feitos de acordo com os materiais que você encontra durante a exploração. Melhorando sua nave, por exemplo, você consegue alcançar planetas mais distantes e pode viajar mais rápido até eles. E melhorando sua armadura, ajuda a proteger contra a radiação, frio, calor, dependendo de qual planeta você esteja explorando. Cuidado para não chamar muita atenção com seus equipamentos, pois existem os Piratas Espaciais que adorariam ganhá-los.

E aí?

Como foi dito no início do texto, No Man’s Sky sai hoje (dia 9) para PS4 e dia 12 para PC. Para a nossa alegria o jogo estará localizado no nosso idioma, pois BR é HUE. O que ele promete é realmente incrível, eu, como amante de ficção científica, fico bastante interessado no game, mas… Fico com um pé atrás de comprá-lo no lançamento. Tenho medo de o jogo ser interessante apenas no seu início, mas depois se tornar repetitivo. O fato de não ter uma história te motivando a explorar a galáxia, a meu ver, atrapalha bastante. Imaginem comigo: Você já explorou mais de 20 planetas, fez a mesma coisa em todos eles, o que mudou foi apenas o visual dos planetas e os inimigos, mas aí você se pergunta: qual o sentido disso? Para onde eu vou? Por que só explorar? Qual motivação? E… Jogo “dropado” com sucesso. Claro que isso não passa de uma opinião pessoal e No Man’s Sky pode ser um sucesso absoluto.

E você, está animado com o lançamento de No Man’s Sky? Conta pra gente suas expectativas e o que está achando do jogo.

Agradecimentos ao Allan Rocha pela contribuição!

Comentários