Apesar do sucesso que alcançou no ano passado, PlayerUnknown’s Battlegrounds continua sofrendo com um notório problema de jogadores trapaceiros, o que sempre acaba estragando o jogo para quem está procurando partidas justas.

Com o lançamento da versão 1.0 do game, no entanto, a desenvolvedora Bluehole já deixou claro que combater esse problema é uma das prioridades do time – e está pronta para colocar isso em prática.

Em uma nova postagem no Steam nesta sexta-feira (19), a empresa afirmou que descobriu um novo padrão de trapaça através da análise de mais de 10 milhões de jogadores. O resultado disso será o banimento permanente de mais de 100 mil jogadores em uma única onda, confirmadas as tentativas de trapacear no jogo.

Este é um exemplo de medidas adicionais que tomaremos além dos sistemas de detecção básicos instalados. Continuaremos a verificar os registros de dados como este, mesmo que isso signifique que a equipe tenha que filtrar através de centenas de bilhões de registros de dados manualmente“, escreveu a empresa.

Para o futuro, a companhia afirmou que continuará adotando novas ferramentas de detecção de cheaters e trabalhará junto a autoridades de diferentes países contra criadores e distribuidores destes códigos malicioso – como a recente ação da empresa na China em parceria com a Tencent.

PlayerUnknown’s Battlegrounds está disponível para o Xbox One e PC.

Comentários