Quais deuses você acha que estarão no próximo God of War?

Kratos chutando bundas nórdicas em God of War para Playstation 4 deixou de ser um rumor. Sendo assim, resolvemos especular alguns deuses desse panteão que seriam de grande valor para interagir (seja como aliado ou inimigo) com a trama do jogo.

1. Odin

Também chamado de Pai de Todos, Odin é o Deus dos Deuses (fazendo a vez de Zeus no panteão nórdico). Filho de Borr, Odin é o deus que organiza o mundo retirando-o do caos e é representado como um venerável ancião de farta barba branca, com somente um olho. Uma de suas atribuições é como deus da guerra, onde envia as Valquírias para recolher os guerreiros mortos em batalha. Seu encontro com Kratos vai ser louco.

2. Thor

Considerado o mais adorado deus entre os povos germânicos, o Deus dos Trovões é a divindade que mais teve templos em sua adoração mesmo sendo filho de Odin. Possuidor do poderoso martelo Mjolnir (arma sempre presente em suas histórias), Thor adorava a competição e disputa por poder, principalmente contra os gigantes de gelo que eram seus principais inimigos. Casou-se com Sif, deusa da colheita, com quem teve uma filha. Também teve mais dois filhos com a gigante Jarnsaxa. Outra característica é o imenso apetite, onde era capaz de comer uma vaca inteira numa refeição (um dia chegamos lá!). Podemos agradecer a Thor pela quinta feira, onde o dia da semana era chamado dia de Thor (Thursday em inglês). No mundo pop, esse deus ganhou grande popularidade principalmente pelas HQs da Marvel Comics, onde Stan Lee,  Larry Lieber e Jack Kirby criaram uma inspiradíssima versão super-heroica desse ser mitológico. Ainda na Marvel, em 2017 chegará aos cinemas o fim do mundo nórdico em Thor – Ragnarok.

3. Loki

Nosso querido Loki é um deus, ou um jotun (gigantes que se opõem aos deuses), filho de Farbanti e Laufey. É o deus do fogo, da trapaça e da travessura, também relacionado à magia, podendo assumir forma que bem entender. Ele não faz parte dos Aesir (o clã de deuses que residem em Asgard), apesar de residir ali.  Geralmente é visto como um grande símbolo da maldade e da trapaça, e, embora suas artimanhas geralmente causem problemas a curto prazo aos deuses, estes frequentemente se beneficiam com elas no fim. É uma das figuras mais profundas, representativas e complexas na mitologia nórdica, e grande potencial de personagem para o novo God of War. Nos filmes da Marvel, por exemplo, Tom Hiddleston (que interpreta Loki) tem recebido mair elogios do que o próprio Thor vivido por Chris Hemsworth.

4. Vidar

Outro filho de Odin, Vidar era desprovido de inteligência, mas compensava isso tudo sendo valente e audaz. Na mitologia, ele vinga seu pai derrotando o lobo Fenrir durante o Ragnarok. É um deus muito associado à floresta (cenário que já vimos no primeiro trailer de God of War para Ps4), uma personificação da incorruptibilidade da natureza e um símbolo da ressurreição e renovação. Uma ideia de item mágico que poderia ser usado por Kratos é o “Sapato de Vidar”, calçado que foi criado para ser forte e resistente para resistir aos dentes afiados do lobo Fenrir.

5. Valquírias

Como já foi dito acima, as Valquírias são deusas secundárias a serviço de Odin que tinham como principal função recolher os guerreiros mortos em combate e são descritas como belas mulheres com armaduras brilhantes que montavam cavalos alados. A lenda diz que o fenômeno da aurora boreal provém das Valquírias voando pelo céu.

6. Hela

Deusa do Reino dos Mortos, Hela foi banida por Odin para o mundo inferior que recebeu seu nome, Helheim, que fica nas profundezas de Niflheim. De acordo com as lendas, Hela não podia ser derrotada em seu mundo e nenhum deus se dispunha a enfrentá-la em seus domínios, nem mesmo Odin ou Thor. Como agradecimento por fazê-la governante do mundo inferior, Hela deu a Odin os seus dois corvos Hugin e Munin , que são os mensageiros entre Asgard e os outros reinos. Outro detalhe é que não há relatos de que a deusa tenha saído alguma vez de Hellheim, o que sugere que Kratos possa morrer (mais uma vez) em sua jornada caso a premissa seja aplicada e respeitada.

7. Tyr

Deus do céu, da luz e dos juramentos. Filho de Hymir, passou a ser depois considerado filho de Odin devido a sua bravura em batalhas. Era representado como um homem sem a mão direita, decepada por Fenrir quando os deuses prenderam o monstro durante uma prova imposta pelos deuses. Parece uma forma boba de se perder a mão, mas é possível aproveitar diversas opções estéticas para o novo God of War. Tyr tinha como símbolo a lança, representada como símbolo de justiça.

8. Njord

Deus do mar, pai de Frey e Freya, protetor dos pescadores e marinheiros. Estes em agradecimento depositavam oferendas em altares construídos próximos aos rios e mares. Njord casou-se com Skadi, deusa do inverno e da caça. Skadi o escolheu através de um critério que era observar os pés dos deuses, a procura dos pés mais limpo e bonitos mas a relação entre ambos logo se desfez porque Skadi não conseguia viver nas encostas oceânicas e Njord não conseguia viver nas montanhas, devido as constantes mudanças, criando a partir daí as estações do ano. Era considerado um deus pacífico, mas devemos nos lembrar que ele ainda não conheceu Kratos. Não ajuda também o fato de Poseidon ter sido um dos inimigos de God of War 3, onde também era usada uma ambientação oceânica.

Gostou da lista? Esses foram apenas alguns exemplos da rica mitologia nórdica, mas há outros exemplos como Balder, Borr, Sif… Mas vale uma lembrança: o primeiro vídeo com a gameplay de God of War mostrou uma abordagem muito mais terrena, então não há garantias que os deuses terão presença significativa. Certo mesmo é que diversas criaturas da mitologia nórdica estarão no jogo, mas essa lista fica para depois.

Falamos também  sobre o que esperar do novo God of War, que deve chegar às lojas em 2017.

 

Comentários