Versão gigantesca do vilão dublado por James Spader enfrentaria os Vingadores no final de Era de Ultron

Uma das maiores decepções em relação a Vingadores: Era de Ultron foi, dentre algumas coisas (como a luta esquecível entre Hulk vs Hulkbuster) a ausência de uma versão do vilão prometida pela galera do Omelete no seu canal do YouTube. Sempre bastante influentes e pioneiros quando tratamos do mercado de cultura nerd no Brasil, muitos reclamam até hoje da informação não concretizada: ao final do filme, um Ultron gigantesco apareceria para enfrentar os Heróis Mais Poderosos da Terra, o que certamente proveria lindas cenas de ação.

Não cabe a nós, no entanto, culpar o Omelete. Não era fake news. Há aqueles nerds (como eu e você) que sempre buscam o máximo de informações possíveis sobre os filmes que nem estreou e já amamos pacas, mesmo que isso acabe custando alguns spoilers no meio do caminho. Na época, tratava-se de uma informação concreta sobre os bastidores do projeto, mas, infelizmente, aquele Ultron que faria o nerd se sentir num filme do Power Rangers ou Godzilla acabou ficando de fora do corte final.

De lá pra cá, muita coisa mudou no Universo Cinematográfico da Marvel. Ultron (James Spader) foi eliminado, os heróis brigaram feio entre si e Thanos se aproveitou disso reunindo as Jóias do Infinito e eliminando metade da vida no universo.

O assunto parecia devidamente enterrado quando hoje, o artista Phil Saunders divulgou algumas imagens conceituais de sua autoria para o filme da Marvel. Bem, eis aqui uma amostra do que perdemos no filme dirigido por Joss Whedon:

“Esse conceito de um “Mega Ultron” composto de milhares de bots Ultron foi brevemente considerado para o clímax de Vingadores: Era de Ultron”, explica o artista. “Em última análise (e acho que para o melhor) ele foi rejeitado, provavelmente porque uma imagem tão legal quanto ela não faz muito sentido tático sobre um enxame de bots esmagadores, e provavelmente teria levado mais bots do que teria sido realista para ele produzir!”

Pensando na Marvel, consigo discordar do artista e conviver com a ideia de que a Marvel teria conseguido encaixar o Mega Ultron de alguma forma no enredo. Acho que vou concentrar minha decepção em Joss Whedon e seu corte na edição. O diretor não comandou mais nenhum projeto depois desse, tendo enveredado pro lado da concorrente Warner / DC, fracassando em concertar o filme da Liga da Justiça depois do embrolho com Zack Snyder. Já que seu projeto outrora anunciado do filme da Batgirl não irá mais adiante sob sua direção, Whedon bem que poderia retornar para a Marvel e usar o personagem caso Kevin Feige permitisse.

Talvez num futuro, mesmo que distante? O vilão já participou de diversas outras histórias nas HQs da Marvel, então há fonte de inspiração de sobra para preparar um retorno. Quem sabe numa adaptação do arco cósmico Aniquilação: A Conquista?

Comentários