Chloë Grace Moretz estrela o filme, que conta com a direção de Desiree Akhavan

Ganhador do Grande Prêmio do Júri no Festival de Sundance e finalista no Troféu Bandeira Paulista na Mostra de Cinema Internacional de São Paulo, “O MAU EXEMPLO DE CAMERON POST”, de Desiree Akhavan, tem como tema a polêmica cura gay. Chloë Grace Moretz vive a protagonista, uma adolescente que, nos anos de 1990, é mandada para um centro de tratamento depois de ser pega beijando outra garota.

Vivendo com uma tia cristã desde a morte de seus pais, a menina passa a sentir dúvidas sobre sua identidade, e acaba se submetendo a uma terapia que supostamente a transformará numa adolescente heterossexual. Porém, é só quando está na clínica que, finalmente, encontra outras pessoas com quem se identifica, e faz amigos e amigas de verdade, que estão passando pela mesma situação.

Enfrentando uma disciplina severa e métodos que supostamente a farão deixar de ser gay, além de rock evangélico, Cameron terá em “Jane Fonda” (Sasha Lane) e Adam (Forrest Goodluck) duas pessoas em quem confiar, e de quem se torna mais próxima. Nenhum dos dois quer abrir mão de sua identidade, o que ajudará a protagonista a se aceitar como realmente é.

O filme teve uma ótima acolhida pela crítica desde sua estreia no Festival de Sundance. O The Hollywood Reporter apontou que a diretora “consegue performances complexas de seu elenco”, enquanto a Variety elogiou “a diversidade do grupo de adolescentes” do filme. Para o jornal inglês The Guardian, “o longa será importante para adolescentes gays por muitos anos”. Além do prêmio em Sundance, “O MAU EXEMPLO DE CAMERON POST” também foi premiado no Festival de cinema gay de Madri, o LesGaiCineMad, e levou dois troféus (um deles do público jovem) no Festival internacional de Valladolid, também na Espanha.

Baseado no romance homônimo de Emily M. Danforth, o longa será distribuído pela Pandora Filmes, e traz ainda no elenco Jennifer Ehle, John Gallagher Jr., e Emily Skeggs. A estreia acontece nos cinemas no dia 18 de abril.