Longa traz Marina Provenzzano no papel de uma jovem advogada que luta contra as remoções dos Jogos Olímpicos do Rio

Primeiro longa-metragem solo de Marina Meliande, “MORMAÇO” estreará no Brasil na mostra competitiva do Festival de Gramado, que acontece de 16 a 25 de agosto, após exibições em festivais pela França, Alemanha e Holanda. Roteirizado pela própria Marina, em parceria com Felipe Bragança, o longa traz Ana (Marina Provenzzano) como protagonista. A jovem advogada carioca se divide entre seu trabalho em uma comunidade prestes a ser despejada por conta dos Jogos Olímpicos do Rio, um novo amor e uma doença misteriosa. O longa teve estreia mundial na competição oficial do Festival Internacional de Cinema de Roterdã, no início do ano.

“Estou muito feliz que a estréia brasileira de Mormaço seja em um Festival tão importante como Gramado. O filme vai levar um pouco do verão carioca e da história recente do Rio para a Serra Gaúcha” diz a diretora.

A dupla de roteiristas já trabalhou junta em outros projetos e assina a direção de longas como “A fuga da Mulher Gorila”, que estreou no Festival de Locarno 2009, e “A Alegria”, que esteve na Quinzena dos Realizadores, no Festival de Cannes 2010. Além de Marina Provenzzano (que também estará presente em Gramado no filme de abertura, “O Grande Circo Místico”, de Cacá Diegues), o elenco conta com o estreante Pedro Gracindo, neto de Paulo Gracindo e filho de Gracindo Jr., Diego de Abreu, Analu Prestes, Igor Angelkorte e Sandra Souza.

“MORMAÇO” é uma produção da Duas Mariolas e Enquadramento Produções e foi desenvolvido com o suporte da Résidence da Cinefondation, promovida pelo Festival de Cannes, e do Hubert Bals Fund, promovido pelo Festival de Roterdã. Além disso, o projeto foi o vencedor do Brasil CineMundi, da Mostra CineBH, e foi realizado com recursos do Fundo Setorial do Audiovisual, na linha dedicada a longas-metragens com propostas de linguagem inovadora e relevância artística. O longa será distribuído pela Vitrine Filmes.

Sinopse:
Rio de Janeiro, 2016. O verão mais quente da história. A cidade está se preparando para os Jogos Olímpicos. Ana, uma defensora pública de 32 anos, trabalha na defesa de uma comunidade ameaçada de remoção pelas obras do Parque Olímpico. Enquanto isso, misteriosas manchas roxas, similares a fungos, aparecem em seu corpo. Coisas estranhas começam a acontecer na cidade e no corpo de Ana. A temperatura sobe, criando uma atmosfera úmida e sufocante. O mormaço acumula, abrindo caminho para uma forte chuva.

FICHA TÉCNICA
Direção – Marina Meliande
Roteiro – Felipe Bragança e Marina Meliande
Produção – Leonardo Mecchi
Empresas Produtoras – Duas Mariola Filmes e Enquadramento Produções
Direção de Fotografia – Glauco Firpo
Som – Valéria Ferro
Direção de Arte – Dina Salem Levy
Figurino – Gabriela Campos
Maquiagem – Mari Figueiredo
Desenho de Som e Música Original – Edson Secco
Elenco – Marina Provenzzano, Pedro Gracindo, Diego de Abreu, Analu Prestes, Igor Angelkorte, Sandra Souza, Jéssica Barbosa

Comentários