Thor: Ragnarok chega dia 26 de outubro. Selecionamos alguns motivos que fazem valer a pena ver o filme da Marvel nos cinemas

Já estamos próximos da estreia de Thor: Ragnarok nos cinemas, e o novo filme da Marvel Studios promete, como em qualquer outro da produtora, bastante piadas e divertimento para os espectadores. Mas será apenas isso? Separamos 10 motivos para você ir para o cinema tranquilo, com a confiança de que encontrará algo de qualidade frente ao seu suado dinheiro investido.

1. Taika Waititi

Se você não conhece o trabalho de Taika Waititi, indicamos fortemente o filme “O Que Fazemos nas Sombras”, disponível na Netflix. Caso já tenha visto e curtido o trabalho do neo zelandês, espere por tudo o que você já viu e mais um pouco em relação a humor e irreverência em Thor: Ragnarok. Além disso, ele participa também como um dos guerreiros na Arena dos Campeões de Sakaar, dublando o personagem Korg.

2. Chris Hemsworth

Para homens e mulheres que adoram as cenas de musculosos descamisados da Marvel, esse motivo é um tanto óbvio. Porém, vemos em Thor: Ragnarok um Chris Hemsworth muito mais solto, inclusive com pequenos monólogos que comprovam sua qualidade como ator.

3. Hulk

Bruce Banner tem uma participação bastante extensa na trama e, apesar de podermos questionar o uso raso do arco “Planeta Hulk” das HQs, sua participação dá um charme especial ao filme, além de responder algumas questões pendentes no que diz respeito ao final de Vingadores: Era de Ultron. Também é abordado quem é que está no domínio: Banner ou Hulk. E a batalha do Gigante Esmeralda com Thor é bem legal!

4. Doutor Estranho

A participação do Doutor estranho é basicamente uma extensão da cena pós-créditos passada no filme solo do Mago Supremo, onde o Deus do Trovão está em busca de Odin (lembra-se dos desmembramentos de Thor: O Mundo Sombrio?). Algo bem pontual mas que deixará os fãs contentes.

5. Ragnarok

Apesar de não seguir tão fielmente o Ragnarok (fim do mundo da mitologia nórdica) das HQs, a leitura de Taika Waititi para o evento catastrófico é bastante interessante, conversando não só com a abordagem do universo Marvel para suas decisões, mas oferecendo uma perspectiva que envolve o amadurecimento do próprio Deus do Trovão.

6. Hela, Surtur, Executor e Fenrir

A leva de novos vilões contribuem demais para o sucesso dessa nova aventura. Cate Blanchett está muito à vontade no papel da vilã Hela e Karl Urban tem um arco dramático maior do que aparentava nos trailers. Surtur possui um visual maravilhoso e escalonável ao longo do filme, e o lobo Fenrir promove uma empolgante luta com o Hulk.

7. Melhor que os dois primeiros

Diferente dos primeiros filmes, que sofreram (justamente) com a crítica, Thor: Ragnarok entrega algo totalmente diferente e ousado. Nada de romances desnecessários, história travada ou soluções clichês.

8. Diversão

Vale ressaltar que Thor: Ragnarok é extremamente divertido. A primeira meia hora de filme consegue proporcionar todas as explicações necessárias e preparar o espectador para o que virá de forma bastante irreverente. Sendo assim, saiba que você pode levar qualquer pessoa junto para assistir o filme que a diversão está garantida.

9. Jeff Goldblum

Famoso por seus papéis em Independence Day e Jurassic Park, Jeff Goldblum está incrivelmente carismático como o Grão-mestre no filme. Seu personagem é um dos Anciões do universo Marvel, assim como o Colecionador vivido por Benicio Del Toro. Ilário, Goldblum é dono dos momentos mais engraçados do filme.

10. Ligação com o trailer de Vingadores: Guerra Infinita

Por fim, a primeira cena pós créditos dá grandes indícios do que veremos logo no início de Vingadores: Guerra Infinita. E trará grandes certezas caso você já tenha assistido aquele trailer vazado do filme na última San Diego Comic Con. Aliás, é provável que a Marvel libere o primeiro trailer oficialmente logo após a estreia de Thor: Ragnarok.

Comentários